A Origem do tão amado Pistacchio!

Sem dúvidas um dos nossos clássicos gelatos mais amados é o de Pistacchio, mas você sabe qual é o nosso segredo para deixar ele tão irresistível?

Foi em sua viagem para a Sicília que o nosso chef Oliver Kirkham encontrou o ingrediente que torna esse gelato tão delicioso. O sabor único do Pistacchio siciliano vem do clima perfeito da região e do solo vulcânico e rochoso cheio de minerais onde ele nasce, aos pés do vulcão Etna.

A ilha no sul da Itália é tão famosa por ser a produtora dos melhores pistaches do mundo que todos os anos, nos meses de setembro e outubro, a cidade de Bronte celebra o Festival do Pistache.

No evento é possível provar, além dos icônicos gelatos, diversas receitas feitas por gastrônomos da região e moradores locais, como torrones, cremes, linguiças e queijos temperados com pistache, massas com molho pesto de pistache e o tradicional cannoli italiano recheado de pistache. 

No entanto, por ter surgido no Oriente Médio, essa oleaginosa não está presente somente na culinária italiana, mas em toda a gastronomia mediterrânea em receitas doces e salgadas, como por exemplo no doce árabe Baklava, e no indiano Rasmalai.

Além disso, o pistache faz parte de muitas lendas da região que o tornaram símbolo de sofisticação. Antigamente era um alimento proibido para os plebeus e sinônimo de boa sorte para os namorados. Casais ficavam embaixo de suas árvores esperando os sons que as cascas fazem ao abrir parcialmente quando os frutos amadurecem, que sugeriam sorte a quem os ouvisse.

As árvores de Pistacchio só dão frutos a cada dois anos, e seu formato retorcido de difícil acesso exige que a colheita seja feita manualmente ainda nos dias de hoje. Uma vez coletadas, as sementes são mecanicamente separadas das cascas e postas ao sol para secar. Depois de secas já estão prontas para serem utilizadas nas nossas receitas!

Quem realiza todo esse trabalho são os pequenos agricultores da região, por isso a arte desse gelato está na história de quem planta e na herança que é passada de geração em geração por quem cultiva. Por trás de um ingrediente tem sempre as mãos que mexem com a terra. É por conta do cuidado com todo o processo que como nasce na Sicília, chega nas nossas vitrines.

Nossa riqueza está nos detalhes. Porque qualquer ingrediente faz um gelato, mas não faz um Bacio di Latte.

Comentários