Dia da Amazônia: a origem do nosso Cacau!

Nesse domingo, dia 5 de setembro, é celebrado anualmente o Dia da Amazônia, voltado para a maior floresta tropical do mundo e um bioma rico em biodiversidade, essencial para o equilíbrio ambiental do planeta.  

Por isso, a data busca promover uma reflexão sobre todos os desafios enfrentados pela floresta nos últimos tempos, tendo em vista que, por ser uma região rica em recursos naturais, sofre grande exploração ambiental. 

Não poderíamos deixar de prestigiar esse dia, afinal, uma das nossas principais matérias primas, o cacau, vem de lá!

Origem

dia da amazônia
dia da amazônia

Tudo começou numa viagem do nosso chef, Oliver Kirkham, para Tomé-Açu, uma pequena cidade no interior do Pará, localizada no coração da Amazônia. 

Lá ele encontrou a Fazenda Haru, formada por pequenos produtores que fazem o cultivo sustentável do fruto em harmonia com a natureza e sem o uso de agrotóxicos, preservando assim suas características únicas.

O cacau amazônico é cheio de personalidade e sabor, pois vem de seu lugar de origem, onde se encontram as condições ideais e toda a tradição para que ele alcance a máxima qualidade.

Por falar em tradição, vamos conhecer sua história?

O cacau surgiu há 7 mil anos atrás na bacia alta da Amazônia e foi levado para a América Central, onde ganhou grande importância cultural.

A história conta que os povos maia e asteca preparavam uma bebida típica chamada Xocatl, que levava cacau cozido triturado com milho e pimenta e aromatizado com baunilha e canela. O cacau também tinha um papel medicinal em algumas culturas, os índios Kuna, da costa do Panamá, por exemplo, ingeriam grandes quantidades de cacau com sal para se proteger contra a elevação da pressão arterial.

Além disso, as amêndoas de cacau também circulavam como moeda de troca por escravos no século XVI.

Com o passar do tempo, esse precioso ingrediente foi ganhando fama por todas as partes do mundo, e hoje está presente em vários dos nossos deliciosos gelatos e em nossas barras de chocolate, premiadas pelo International Chocolate Awards.

Nossa riqueza está nos detalhes. Porque um ingrediente qualquer faz um gelato, mas não faz um Bacio di Latte.

Comentários